VOLEIBOL DE LUTO

A Federação Portuguesa de Voleibol manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento de Manuel Eduardo Andrade e envia as mais sinceras condolências à família enlutada, extensíveis à Associação de Voleibol Lisboa, instituição ao serviço da qual desempenhou, com empenho e dedicação, as funções de árbitro, associando-se desta forma ao momento de luto que a modalidade atravessa.

Manuel Eduardo faleceu ontem, aos 71 anos, vítima de doença prolongada. Foi praticante de Voleibol no Sport Lisboa e Benfica e no Clube Nacional de Ginástica, mas distinguiu-se principalmente como árbitro de Voleibol, tendo iniciado a sua carreira em 1980. Conhecido pelo rigor e justeza nas suas decisões, fez também carreira no Voleibol de Praia, onde se destacou nas muitas etapas do Circuito Nacional e nas etapas do Circuito Mundial da FIVB organizadas pela FPV em Espinho.
A sua competência, rigor, dedicação e resiliência, aliadas a um ser humano de relacionamento simples e direto com todos os intervenientes do jogo, ficarão marcados para sempre na memória de todos os que com ele privaram.

O corpo de Manuel Andrade estará em câmara ardente a partir das 16h30 de hoje, na capela mortuária da Igreja da Parede, de onde sairá, amanhã, pelas 11h00, para a realização do funeral no Cemitério de São Domingos de Rana.

Partilhar: