10-MARÇO-2019
AJ MOREIRA ERGUE 1.ª TAÇA DE PORTUGAL
 

A equipa de seniores femininos da Academia José Moreira ergueu pela primeira vez a Taça de Portugal ao vencer, por 3-0 (25-22, 25-23 e 25-20) o Clube Kairós, na final da prova, disputada hoje no Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim, sob a arbitragem de Hélio Ormonde e Teresa Ferreira.

AJ Moreira x Clube K, 3-0 (25-22, 25-23 e 25-20)

Início de jogo muito equilibrado, com dois serviços de Inês Pereira a darem pela primeira vez uma vantagem mais dilatada do que um par de pontos à equipa da AJ Moreira (10-7).
A formação orientada por Ricardo Lemos soube preservar essa distância (19-16), o que obrigou Paulo Barreto a reunir as atletas do Clube K.
Afinada a estratégia, Kátia Oliveira reduziu, com um poderoso ataque, e Glauciele Martins manteve as açorianas «coladas» às nortenhas (22-21).
A AJM não se atemorizou e, depois de Anna Wruck fazer o 24-21, Luz Delfines selou a vitória com o resultado de 25-22.

No segundo set, o Clube K adiantou-se no marcador com um serviço directo de Kátia Oliveira (3-1), mas Yana Shevchuk e Anna Wruck igualaram (4-4).
Um serviço forte de Inês Pereira colocou a AJM a quatro pontos de distância do seu opositor (10-6), tendo  Luz alargado ainda mais a vantagem (15-9).
As experientes jogadoras do Clube K pressionaram e aproximaram-se (14-17). Paula Barros manteve a distância e logo de seguida um erro na recepção das continentais deu novo alento às açorianas (19-21).
Contudo, as jogadoras da AJM voltaram a mostrar mais frieza e eficácia nos momentos finais, conquistando assim novo triunfo: 25-23.

O início do terceiro set foi extremamente equilibrado (3-3, 6-6, 10-10). Um serviço de Maria José Corral e um bloco para fora das açorianas impulsionaram a AJM para a liderança do marcador (13-10).
Prolongando no tempo a vantagem de três pontos (19-16), a AJ Moreira entrou na recta final do set numa posição privilegiada (23-18), acabando por selar uma vitória histórica por 25-20.

Luz Delfines, com 15 pontos, e Glauciele Martins, com 13, foram as melhores pontuadoras respectivamente da AJM e do Clube K. Ver estatística aqui

Inês Pereira, autora de 11 pontos, foi considerada a MVP do jogo.

Ricardo Lemos, Treinador da AJM:
"Não é só a equipa que está de parabéns, o clube também porque conseguiu, em poucos anos de existência, tantos êxitos assinaláveis. Este troféu é fruto do trabalho de todo o clube, da sua estrutura, dos dirigentes, atletas, equipa técnica. É maravilhoso tudo o que este clube tem feito.
Claro que havia dúvidas, pois elas são muito novas, mas chegaram aqui e jogaram com muita vontade e mereceram erguer a Taça, perante um adversário digno
".

Paulo Barreto, Treinador do Clube K:
"Voltámos a não conseguir levar o troféu para os Açores... Tentei alertar as jogadoras para o risco de isto poder vir a acontecer, mas sei que não era fácil. As jogadoras estavam cansadas e a AJ Moreira não utilizou ontem todas as suas titulares.
O nosso jogo não encaixou no delas. A AJM utilizou bem o serviço, ao contrário de nós, e soube fazer o seu jogo pelas extremidades.
Mas foi muito importante voltarmos a marcar presença na final da Taça de Portugal. Parabéns às atletas, ao clube e a todas as pessoas que durante todo o ano «puxaram» por nós, ajudando-nos a ultrapassar as dificuldades".

Este jogo decisivo pôde ser seguido em directo (15h00) n'A Bola TV e na Volei TV.

Em 2017/2018, o Porto Vólei venceu (3-0: 25-16, 25-23 e 26-24) o Clube K na final, em Santo Tirso.
Ver mais resultados aqui

Vencedores das 47 edições: Leixões SC e Castêlo da Maia GC (8); Boavista FC (7); CD Ribeirense e CA Trofa (4); Atlético CP (3); Porto Vólei, AVC Famalicão, Sporting CP e SL Benfica (2): Academia José Moreira, Rosário Vólei, CS Madeira, GDUP e CR Estrelas da Avenida (1).

Mais informações: www.fpvoleibol.pt / calendários / www.facebook.com/fpvoleibol 

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS