08-JANEIRO-2019
SELECÇÃO NACIONAL
VENCE POOL D

A Selecção Nacional de Seniores Masculinos, orientada por Carlos Prata, assegurou hoje o 1.º lugar na Pool D de apuramento para o Campeonato da Europa ao vencer na Albânia por 3-1 (24-26, 25-19, 25-15 e 25-15), no último jogo da Fase de Qualificação para o Campeonato da Europa de 2019.
O sorteio da fase final realiza-se no dia 16 de Janeiro, em Bruxelas.

Autor de 19 pontos, Marco Ferreira, capitão de equipa, cotou-se como o melhor pontuador do jogo, seguido de Lourenço Martins e Caíque Silva, respectivamente com 18 e 17 pontos. Ver estatística aqui

No regresso, a comitiva portuguesa, composta por 14 atletas e por Nuno Nunes (Team Manager), Carlos Prata (Treinador Principal), João José e Ricardo Rocha (Treinadores Adjuntos), Diogo Dias (Médico) e João Santos (Scouter), cumprirá o seguinte itinerário:

10 de Janeiro
Voo LH 1425 - Tirana/Frankfurt - 13h55/16h15 locais
Voo LH 1180 - Frankfurt/Porto - 20h30 locais/22h15

Carlos Prata, Treinador de Portugal:
"Não entrámos bem no jogo, mas conseguimos reagir bem à derrota no primeiro set e acabámos por ser justos vencedores. Atingimos o nosso objectivo principal, que era terminar no 1.º lugar. Estou feliz por isso e quero felicitar os meus jogadores por tudo o que fizeram ao longo da competição".

Ver mais informações aqui e aqui

Convocatória (14 jogadores)

ZONAS 4
João Simões (Sporting CP)
Lourenço Martins (SC Espinho)
Caíque Silva (AJF Bastardo)
José Gomes (CS Dínamo de Bucareste/ROM)

DISTRIBUIDORES
Miguel Rodrigues (Rennes Volley/FRA)
José Monteiro (Sporting CP)

CENTRAIS
Filip Cveticanin (SL Benfica)
Phelipe Martins (SC Espinho)
Nuno Teixeira (VC Viana)

OPOSTOS
Marco Ferreira (SC Espinho)
Bruno Cunha (VC Viana)
Valdir Sequeira (AA Espinho)

LIBEROS
João Fidalgo (Sporting CP)
Januário Alvar (SC Espinho)

Ver Pool D

Para além da qualificação e (ao que tudo indica) da fase final do Europeu, a Selecção Nacional disputará também em 2019 a Liga das Nações de Voleibol (Volleyball Nations League - VNL).
Portugal estreia-se da melhor forma na VNL já que acolherá, nos dias 14 a 16 de Junho do próximo ano, a Pool 9, que traz ao nosso País as selecções do Brasil, Sérvia e China, respectivamente 1.º, 11.º e 20.º posicionados no Ranking Mundial (7 de Julho 2017).

Recorde-se que a turma das quinas vai participar nesta prestigiada competição após ter conseguido vencer na Final da Volleyball Challenger Cup 2018 a República Checa por 3-1 (18-25, 25-22, 25-19 e 25-16).

A Liga das Nações é disputada por 16 selecções nacionais: 12 «fixas» que estão sempre qualificadas para a competição e quatro «desafiadoras» (em 2019, Portugal, Canadá, Bulgária e Austrália), sendo que a última classificada destas selecções desce à Golden League, sendo substituída pela vencedora da Challenger Cup, um torneio que qualifica o vencedor para a próxima edição da Liga das Nações como equipa «desafiadora».

A VNL é composta por duas fases.
A Fase Preliminar desenrola-se ao longo de cinco semanas. Cada semana, as selecções participantes são organizadas em pools de quatro equipas, disputadas em sistema de «round-robin» (todos contra todos) em países diferentes.
Qualificam-se para a Final Six as cinco primeiras da classificação geral, que se juntam à selecção do país organizador desta etapa decisiva.
As seis selecções participantes formam duas pools de três equipas, que se defrontam no sistema de «round-robin».
Os 1.º e 2.º classificados de cada pool apuram-se para as meias-finais e jogam em sistema cruzado (o 1.º classificado de uma pool defronta o 2.º classificado da outra pool).
Os vencedores encontram-se na Final para competir pelo título da VNL.

A Rússia venceu a primeira edição da Liga das Nações ao derrotar, na final disputada na cidade gaulesa de Lille, a França pela margem máxima: 3-0 (25-22, 25-20 e 25-23).

Informações adicionais: www.cev.lu / www.fivb.com

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS