05-OUTUBRO-2018
BENFICA VENCE (3-0) SPORTING
E ERGUE SUPERTAÇA HONDA 2018!


 

A equipa de seniores masculinos do SL Benfica venceu hoje (3-0: 25-22, 27-25 e 36-34) o Sporting CP e ergueu a Supertaça Honda 2018, disputada num Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim completamente lotado e que contou com a arbitragem de Ricardo Ferreira (AV Porto) e Nuno Maia (AV Braga).

Uma visível maior rotina de jogo, desde a recepção ao ataque, e sobretudo uma maior eficácia no serviço pesaram decisivamente a favor do SL Benfica, mas o jogo de hoje, disputado com garra e alguma emoção à mistura, augura grandes duelos entre estes dois protagonistas do melhor Voleibol nacional.

1.º Set:
Começou melhor o SL Benfica, com um serviço directo do central austríaco Peter Wohlfahrtstatter a fazer o 3-1, ao que o Sporting respondeu com outro serviço (quase) directo do cubano Leonel Marshall (3-3).
O serviço dos jogadores orientados pelo brasileiro Marcel Matz continuou a fazer estragos entre as hostes leoninas, desta vez através de Marc Honoré (9-5).
A reacção da formação orientada por Hugo Silva não se fez tardar e o Sporting aproximou-se no marcador (12-13).
As águias comandaram o marcador até aos 17-17. A partir se então, o equilíbrio prolongou-se (21-21), com as duas equipas a arriscarem, e por vezes falharem, no serviço.
Um bloco de André Lopes/Marc Honoré adiantou o SL Benfica (23-21). Hugo Gaspar fez o 24-22, depois de Tiago Violas desviar o ataque benfiquista do bloco leonino, e o SL Benfica selou o set logo depois: 25-22.

2.º Set
Nova entrada de rompante dos encarnados, com o seu serviço a ser responsável por a recepção dos sportinguistas não conseguir municiar da melhor forma o seu ataque (6-2).
Novo serviço directo de Honoré, seguido de blocos de Wohlfahrtstatter e Hugo Gaspar, a distanciar ainda mais a equipa de Marcel Matz (10-3).
O Sporting reagiu e encurtou a distância, por intermédio dos cubanos Angel Dennis e Leonel Marshall (13-14).
O Sporting igualou a contenda com um ataque de Marshall (18-18), deixando tudo em aberto.
Um ataque desperdiçado pelo SL Benfica e um ataque de segunda linha de Roberto Reis colocou os leões de Alvalade na frente do marcador (20-18), na recta final do parcial.
O SL Benfica igualou e passou para a frente graças aos potentes serviços de Wohlfahrtstatter (21-20). Hugo Gaspar fez o 25-24 no ataque, mas falhou o serviço. Contudo, rectificou logo de seguida no ataque e André Lopes pôde fechar o parcial com um serviço, fundamento que fez completamente a diferença neste set: 27-25.

3.º Set
O Sporting CP entrou a vencer, mas não conseguiu «descolar» do seu adversário (7-7).
Um serviço directo de Nikolay Nikolov tornou a vantagem superior a um ponto pela primeira vez (10-8).
Um ataque de segunda linha de Dennis e um bloco triplo avolumaram o pecúlio pontual (15-11).
A vencer por 20-16, o Sporting CP parecia estar bem encaminhado para o triunfo, mas um bloco de Nuno Pinheiro deu novo alento ao SL Benfica, que igualou por intermédio do experiente André Lopes e passou para a frente pela primeira vez com um bloco de Wohlfahrtstatter (21-20).
Um amorti de Dennis colocou tudo em pé de igualdade (25-25).
André Lopes fez o 28-27, mas Miguel Maia levou a melhor sobre o gigante Wohlfahrtstatter (28-28), empolgando o público.
Novamente André Lopes a dar vantagem ao SL Benfica, prontamente anulada (29-29).
Dennis fez o 32-31, mas Fred Winters igualou com um toque em habilidade. Roberto Reis fez o 33-32 contra a sua anterior equipa, mas Dennis falhou o serviço...
Acabou por ser um bloco de Wohlfahrtstatter/Gaspar a dar o triunfo por 36-34 ao SL Benfica.

Autor de 17 pontos, Hugo Gaspar foi o melhor pontuador do jogo, enquanto Nikolay Nikolov foi o jogador leonino mais concretizador, com 13 pontos. Estatística do jogo aqui

Marcel Matz, Treinador do SL Benfica:
"Vamos fazer grandes duelos com o Sporting ao longo da época. São duas equipas muito fortes. Não teremos jogadores tão sonantes como eles, mas temos um grupo unido e maior e isso pode fazer a diferença.
Preparámo-nos bem para este jogo mas ainda vamos evoluir mais. Cheguei para trabalhar e o SL Benfica não dá muitas hipóteses: joga sempre para ganhar".

Hugo Gaspar, Capitão do SL Benfica:
"Foi um grande jogo de Voleibol e provou que o Voleibol, quando bem jogado, é uma das modalidades mais espectaculares e emotivas. O grupo foi a nossa força. Vencemos porque jogámos sempre como uma equipa. Este foi o primeiro troféu da época e agora queremos os outros títulos, embora saibamos que ainda há muitos jogos pela frente, pois o Sporting investiu muito, ainda mais do que no ano passado".

Hugo Silva, Treinador do Sporting CP:
"Confesso que não estava à espera de tantas dificuldades. A equipa mostrou-se muito intranquila e não teve paciência perante a consistência do serviço do SL Benfica. O Miguel (Maia) merecia um desfecho diferente. O SL Benfica mostrou ter outros argumentos e um jogo mais fluído".

Miguel Maia, Capitão do Sporting CP:
"O Benfica apresentou a mesma equipa-base da época passada, uma equipa bastante rotinada e isso surtiu o seu efeito. Tirando o primeiro set, os outros parciais foram decididos nas vantagens o que promete grandes duelos entre estas duas boas equipas. Parabéns ao Benfica. Vamos fazer certamente grandes jogos no Campeonato".

O SL Benfica venceu as seis edições da Supertaça disputadas entre 2010/2011 e 2015/2016, tendo agora sete troféus.
O SC Espinho, que venceu a última edição da competição, tem cinco vitórias, tantas quantas o Castêlo da Maia GC e mais duas que o Sporting CP.
O Leixões SC venceu a primeira edição da prova, em 1988/1989.

Informações adicionais: www.facebook.com/fpvoleibol

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS